Em expansão, UFC tem plano ambicioso e promete levar MMA para China este ano.

15/06/2012 13:53

Divulgação

Próximo de realizar a quarta edição do UFC no Brasil - terceira desde que a ZUFFA adquiriu o evento, em 2001 -, o presidente do Ultimate, Dana White, revelou que mais um país já está na mira da maior liga de MMA do mundo: a China. O mandatário pretende organizar uma edição da competição ainda este ano em Macau, uma região administrativa especial da república popular chinesa, com mais de 500 mil habitantes.


"Isso vai acontecer neste ano. Nós estamos tão perto. Nós vamos fazer uma luta na China", confirmou Dana White, em entrevista ao site norte-americano MMAJunkie.

Além de uma noite de lutas, o dirigente do UFC almeja criar uma versão do reality show “The Ultimate Fighter” com atletas chineses. O programa teve 15 temporadas até agora nos Estados Unidos e ganhou, neste ano, a primeira edição brasileira com os técnicos Vitor Belfort e Wanderlei Silva.

Ainda sem data marcada e card definido, o primeiro UFC na China acontecerá no “The Venetian Macao-Resort-Hotel”, uma propriedade de 40 andares inaugurada em 2007, com o preço de US$ 2,4 bilhões. O hotel possui o maior cassino do planeta e é um dos pontos do turismo da região.

O resort também é o lar de CotaiArena - anteriormente Venetian Arena -, uma arena de 15.000 lugares no interior do local, onde já aconteceram lutas de boxe.