UFC 146: Junior Cigano vence Frank Mir e mantem cinturão de pesos pesados

27/05/2012 12:44

                                

Junior Cigano dos Santos manteve o cinturão dos pesos-pesados do UFC. Na luta principal da edição 146, neste sábado, no MGM Grande Arena, em Las Vegas, o brasileiro não deu chance a Frank Mir e venceu por nocaute técnico, no segundo round. Foi a primeira defesa de título de Cigano, que mais uma vez mostrou a força e a potência dos diretos para liquidar o adversário. 

Frank  Mir apostava em uma luta no chão, para lançar mão do jiu-jítsu e finalizar. Mas Junior Cigano não deu essa oportunidade ao adversário. Com o boxe afiado e uma boa movimentação no octógono, o brasileiro se livrou bem de uma tentativa do norte-americano de levar o combate para baixo, fugindo bem de uma chave de pé no primeiro round. O campeão ainda 'tirou onda' e provocou o desafiante ao fazer um sinal de 'não' com os dedos. 

No fim do primeiro round, Junior Cigano encaixou ótima sequência de diretos e jabs, completados por um upper que por muito pouco não encerraram o combate. Mesmo com a chance de liquidar logo, o brasileiro parecia querer ficar mais tempo no octógono para dar um show ao público. 

No segundo round Cigano voltou com tudo, enquanto Frank Mir já não tinha o mesmo pique e a mesma movimentação. Tanto que não teve oportunidade de aplicar uma queda no brasileiro. O campeão continuou usando bem o boxe, minando o adversário, cada vez mais lento no octógono. No fim do assalto, o dono do cinturão acertou um direto que explodiu no rosto de Mir, que caiu no octógono. Cigano evitou o ground n' pound, mas o desafiante não conseguiu permanecer de pé e o árbitro Herb Dean encerrou o combate decretando nocaute técnico.

Na comemoração pela manutenção do cinturão, Junior Cigano deixou claro que não se tratava de uma vingança pela vitória de Frank Mir sobre Minotauro, considerado 'mentor' do brasileiro e que teve até o braço quebrado por uma chave kimura aplicada pelo norte-americano, em duelo no UFC 140, em dezembro passado. "Eu me sinto fantástico! O Nogueira (Minotauro) é um tremendo lutador, assim como o Mir, mas essa luta é entre eles. Eu vim aqui para defender o meu título. O Mir conseguiu aguentar bem os golpes, minha mão está até dolorida. Agradeço a todos, de Caçador e Salvador!", vibrou o campeão.

O desafiante derrotado elogiou o comportamento de Cigano durante a luta. "Ele é o campeão e é muito rápido, me bateu  muito forte e eu não pude fazer nada. Eu queria fazer uma performance bem melhor, mas não deu deu. É difícil  derrubar o Cigano. Eu não queria essa luta de boxe, mas ele me forçou a fazer isso", justificou Mir.

Fonte: Blog Nocaute